Vida Inova

Mais desafios, estímulos e novidades para os 60+.

Inspiração e novas possibilidades para se manter ativo durante a pandemia. Incentivo ao aprendizado e inovação.

Gerontecnologia – o que é isso?

Gerontecnologia – o que é isso?

O universo online não pode e não deve ser um fator limitador para os 60+. Exemplo disso é a forma como muitos estão se adaptando a essa nova realidade, especialmente depois da pandemia, que acelerou a entrada das pessoas idosas no mundo digital. E eles estão se saindo bem! 

Muitos aderiram ao celular e computador para manter o contato com família e amigos por causa do distanciamento social e outros por questões profissionais. Em ambos os casos, existem barreiras a serem rompidas, como o vocabulário próprio da internet e o manuseio dos aparelhos, mas uma coisa é certa: há muita vontade em participar desse mundo. 

E quando unimos a tecnologia a serviço da longevidade temos o conceito de Gerontecnologia, que reúne estudos, experimentos e invenções voltadas para o público 60+, tendo como base a tecnologia. O nome pode parecer difícil, mas o propósito é simples: inserir os maduros no universo digital, como forma de proporcionar novas descobertas e conexões, autoestima e independência. Não há limites, basta querer aprender.

Dicas para empreender depois dos 60 anos

Dicas para empreender depois dos 60 anos

A necessidade de isolamento social tem mudado as relações de trabalho no mundo. Nesse contexto, é necessário ser criativo e ter flexibilidade para adaptar e inovar às novas demandas. 

Para os 60+ que desejam ou precisam continuar trabalhando, o empreendedorismo pode ser uma possibilidade interessante!  Já pensou em ter o seu próprio negócio? Além da vantagem de ter mais experiência profissional, geralmente os 60+ tem habilidades importantes como resiliência, segurança e sabedoria que ajudam bastante em um empreendimento. Outro ponto positivo é que você pode concretizar um sonho pessoal, focando mais no prazer do trabalho do que na rentabilidade do negócio.

Atualmente muitas empresas prestam serviços ou criam produtos para os maduros, sem pensar na sua real necessidade ou mesmo sem testar aquela novidade com eles. Você como 60+ pode escolher fazer esse recorte no seu empreendimento, focando em um público do qual você mesmo faz parte! Usando sua criatividade e capacidade de observação, com certeza, você vai ver muitas possibilidades ao seu redor. 

Independente da sua ideia ou motivação, o que não pode faltar em qualquer negócio é planejamento para te ajudar a tirar a ideia do papel. Quer saber mais? Veja essas dicas do Sebrae.

Como cuidar das suas Finanças Pessoais

Como cuidar das suas Finanças Pessoais

Já abordamos em nosso site alguns temas referentes aos cuidados com a saúde financeira das pessoas idosas, principalmente em tempos de pandemia. Já falamos sobre o impacto da COVID-19 na renda familiar, sobre como proteger suas finanças e também como evitar golpes. 

Agora, a dica é bem prática, um curso online e gratuito sobre Finanças Pessoais, que vai te ajudar a ter uma cultura de planejamento, consumir de forma consciente e até poupar, independente de sua renda.

São 20 dias de curso, que começam a contar a partir da data da sua inscrição e carga horária total de 14 horas. 

💡 Confira o que você vai aprender:    

  1.  Seu perfil financeiro;
  2. Importância da Educação Financeira;
  3. Planejamento e Finanças Pessoais;
  4. gerenciamento de Dívidas;
  5. Direitos do Consumidor Endividado;
  6. Investimentos.

Para participar, basta se inscrever no link abaixo.

Golpes contra idosos

Golpes contra idosos

Recentemente, fizemos um post com dicas sobre como proteger sua saúde financeira. E agora vamos falar sobre golpes que criminosos costumam aplicar nas pessoas com mais de 60 anos, sem que elas percebam. 

Este tipo de crime pode acontecer em qualquer local, mas é muito comum em caixas eletrônicos. Ao perceber a dificuldade de algumas pessoas idosas em usar os caixas, os criminosos oferecem ajuda. Eles agem em parceria com comparsas, que simulam uma briga, uma batida, colocam som alto ou criam outra situação para desviar a atenção da pessoa. É nesse momento que o criminoso que ofereceu ajuda atua, trocando o cartão e pegando a senha de quem ele, supostamente, tentou ajudar. Dessa forma, eles conseguem sacar dinheiro e fazer empréstimos, lesando as pessoas idosas. 

Todo cuidado é pouco. Se você tiver dificuldades com caixas eletrônicos, peça o apoio de familiares ou de pessoas credenciadas dentro dos bancos. Normalmente, esses profissionais usam identificação, como crachás, uniformes ou jalecos.

Quer aprender inglês? A Elisabeth te ensina.

Quer aprender inglês? A Elisabeth te ensina.

Inspiração e coragem são palavras que contribuem para traduzir a vida de Elisabeth Wagner, de 85 anos. Nascida no Brasil, foi para a Europa ainda criança e, por causa da Segunda Guerra Mundial, ela e a família tiveram que ficar no velho continente. Da infância, ela carrega memórias que, pelo seu próprio relato, nem parecem tão pesadas para quem viveu os horrores de uma guerra. Talvez a ingenuidade tão característica das crianças tenha tornado a situação menos dolorosa.   

Após a guerra, Elisabeth se mudou para a Inglaterra e, na década de 1950, retornou ao Brasil. Essa época, ela já era fluente em quatro idiomas: português, tcheco, alemão, russo e inglês. Foi secretária, aeromoça, empresária e professora de inglês, tarefa a que se dedica até hoje. Exigente, é atenta à pronúncia, ao mesmo tempo em que defende a naturalidade da fala e coloca a escuta de músicas como boa forma de aprender o idioma. Ela leciona inglês em seu canal no Youtube, que tem quase 100 mil inscritos, e também por WhatsApp. E pensa que parou por aí? Não. Elisabet também faz lives. 

Ficou inspirado(a)? 

Como proteger sua saúde financeira

Como proteger sua saúde financeira

Falar sobre finanças é um assunto relevante no contexto da pandemia do Coronavírus, principalmente para o público 60+. Você sabia que 64% dos brasileiros com mais de 60 anos, o que equivale a cerca de 17 milhões de famílias, são provedores financeiros e afetivos de seus lares, mesmo depois de aposentados? E que esse público já é o 3º maior mercado consumidor do mundo? Esse destaque dos 60+ no mercado recebeu o nome de Economia Prateada. E todos esses dados você pode conferir na pesquisa Tsumani 60+, realizada pelo Hype 60+, empresa de consultoria de Marketing especializada nos maduros.

No entanto, a expressividade desse mercado também traz desafios tão relevantes quanto seus números. E o maior deles é a violência financeira que as pessoas idosas podem sofrer e que se manifesta de diversas formas: quando alguém usa indevidamente seu dinheiro, o cartão de benefícios ou faz empréstimos sem o seu consentimento. O abuso é uma forma de violência praticada também pelos bancos, lojas de comércio, financeiras, entre outros. 

Para evitar essa prática, é fundamental que a pessoa 60+ tenha consciência dos seus direitos e noções de educação financeira. Saber quanto você ganha por mês, quais os seus gastos fixos e extras (que podem ter surgido com a pandemia) já é um bom começo para saber como anda sua saúde financeira. E essas medidas simples também ajudam a detectar e evitar situações de abuso. 

Caso a pessoa idosa se sinta violada em seus direitos, ela pode e deve procurar ajuda, que pode ser via Procon, Defensoria Pública, Ministério Público e a justiça de maneira geral.

Aprendendo mais sobre Tecnologia

Aprendendo mais sobre Tecnologia

O Canaltech criou recentemente o “Vovô Tech”, uma plataforma com conteúdos para ajudar os 60+  a descobrir recursos interessantes em seus celulares e aprender mais sobre o mundo da internet. Para saber mais sobre o Canaltech e acessar as videoaulas gratuitamente, confira o link a seguir:

Quer ser voluntário? Saiba como

Quer ser voluntário? Saiba como

O voluntariado, muitas vezes não reconhecido como trabalho, é uma das práticas mais importantes em uma crise tão desafiadora como a que vivemos. Ele pode não trazer retorno financeiro, mas quando praticado de verdade gera tanto valor para quem oferta, quanto para quem recebe. Essa experiência para a Rede Longevidade, fundadora da Rede 60+, tem sido de descobertas constantes, principalmente na pandemia que vivemos. Temos voluntários de nossa equipe desenvolvendo diversas ações para o público 60+, fizemos campanhas para doação de celulares, máscaras e alimentos com ajuda de vários parceiros e indivíduos que se mobilizaram para participar. Além de agradecer a todas essas pessoas, gostaríamos de convidar você a fazer parte desta corrente do bem! Comece olhando ao seu redor, para as pessoas de sua comunidade, mas se precisar de apoio para descobrir como ajudar estamos aqui ! Estar longe, não significa estar sozinho! Vamos juntos!

E-mail: contato@redelongevidade.org.br
WhatsApp: (31) 9.9247-0057