O tema longevidade ainda não é de conhecimento de grande parte da população brasileira. Talvez agora, pelo fato dos 60+ serem considerados grupo de risco para a COVID-19,  tenha ficado mais evidente a necessidade de abrirmos a escuta para um assunto tão relevante. 

Falar e praticar os valores da longevidade pode ser mais simples do que você imagina, inclusive para você que tem mais de 60 anos. Porque nunca é tarde para começar, certo? Um dos grandes especialistas brasileiros nesse tema é o dr. Alexandre Kalache, médico e ex-diretor da Organização Mundial da Saúde. Recentemente, em uma série de vídeos para a rádio Band News ele falou sobre a relevância das pessoas idosas para a sociedade, para a economia e como a pandemia tem exposto o preconceito contra os maduros e a desigualdade social. 

A abordagem do dr. Alexandre nos vídeos também está voltada para a prevenção e preparação para a longevidade, por meio de quatro pilares:   

  • Saúde;
  • Conhecimento;
  • Social;
  • Financeiro.

A série faz um contraponto interessante sobre vaidade e vitalidade, relevância da genética no processo de envelhecimento e busca por sentido e propósito. O médico ainda sugere que as pessoas assumam sua “velhice” sem peso, ao mesmo tempo em que adotam medidas para que esse processo ocorra de forma consciente e otimista. 

Está curioso para assistir? Abaixo, seguem dois links da entrevista, os demais você encontra no Instagram da Band News.