Voiced by Amazon Polly

Confira o que você pode fazer para checar se está mantendo o seu estilo de vida ativo durante a pandemia.

O isolamento social trouxe a necessidade de restrição da movimentação diária no ambiente externo e reduziu o nível de atividade física no dia a dia.  Sabemos que o estilo de vida ativo é um bom “remédio” para a manutenção da nossa saúde. Sendo assim, fica uma dúvida, como saber se você realizou a quantidade mínima de movimentação diária?

Primeiro, vamos traduzir a movimentação diária em passos/dia, assim vai ficar mais fácil de você perceber se tem feito muitos passos/dia, suficiente para ajudar na manutenção da sua saúde ou poucos passos/dia, que sugere sedentarismo/inatividade física. 

Entidades científicas recomendam que o público 60+ deveria acumular, pelo menos, 8.000 passos/dia. Esse valor pode parecer alto, mas possivelmente você não tem noção do quanto já realiza. Iremos explicar aqui como fazer essa conta.

Vamos relembrar a recomendação: o ideal é realizar entre 7.100 e 10.000 passos/dia para que você seja classificado como uma pessoa ativa, ou seja, aquela que alcança a recomendação para manter bons níveis de saúde. Nas pessoas idosas com alguma dificuldade física de locomoção ou com doença crônica o valor sugerido é de 5.500 passos/dia. 

Como realizar esses passos

Você precisa saber que esses passos são acumulados ao longo de 1 dia acordado, ou seja, a cada quebra do tempo sedentário ou mudança de postura (sentado para em pé, em pé para se deslocar) você está contando passos. 

Será fácil perceber que você se movimenta bastante e nem sabe disso. Não há a necessidade de realizar os 8.000 passos de uma vez, se puder ótimo, mas o ideal é realizá-los ao longo do dia, um pouco de manhã, outra parte a tarde e o restante a noite. Uma sugestão é realizar, pelo menos, 3.000 passos de forma mais contínua, que pode ser feita em 3 sessões de 1.000 passos. Dessa forma, você teria do seu total de passos acumulados dia, 3.000 realizados de forma contínua.

Como monitorar esses passos

Todos os celulares atuais tem aplicativos (APP) para nos ajudar a monitorar esses passos, independentemente do tipo de tecnologia do aparelho. O APP mais comum é aquele com símbolo de um coração. Ainda existem as pulseiras e os relógios funcionais. Experimente monitorar seus passos com seu smartphone, você verá que não é necessário digitar nada.  Apenas abrir e encontrar o número de passos ao acordar, a tarde e à noite. Caso não tenha alcançado os valores sugeridos por dia, a indicação é que complete os passos, pode ser no quarto mesmo, ao lado da cama,  marchando no lugar ou da forma como preferir. 

Procure manter a quantidade de passos recomendados. Quando o isolamento social for flexibilizado, você estará pronto para desbravar esse mundo que lhe espera.

Timóteo Araújo